domingo, 5 de fevereiro de 2012

Nação sem voz?

Postado por MissHachi7 às 23:55
  Ninguém vence só. Não há movimento se não houver moção de protesto coordenada de todas as partes interessadas. "Uma andorinha só não faz verão", e assim por diante. A ideia da "Ordem" e do "Progresso", que nos é vendida pelo marketing político, não deveria aparecer desvinculada do princípio da união - sem o qual toda e qualquer tentativa de evolução torna-se frustrada. O individualismo protagonizado pela sociedade hodierna passou a ser um estorvo nacional, ultrapassando até mesmo a mera designação de"egoísmo". Vivencia-se uma noção torpe, na qual os problemas do Brasil não são encarados como uma ogiva nas mãos de todos os brasileiros, mas como um tema a ser discutido apenas nas cabines dos poderes executivos.
  O problema da maioria dos cidadãos é acreditar que, para participar ativamente da solução dos erros ainda existentes, precisam sair às ruas, tentando resolver "na marra" o que está ruim, enquanto na verdade só o fato de se manterem atentos às ações aplicadas (ou não) pelo governo na sua rua/bairro já seria de grande relevância. Como exemplo, cabe citar os que participam de projetos educacionais correntes, propagando-os e os incentivando - estes não estão necessariamente dando aulas, emprestando livros ou trabalhando em escolas, mas estão ajudando o País a atender mais alunos e acabar com o analfabetismo efetivo e/ou estrutural.
  Se a solução está nas mãos de todos, é porque o problema pesa nos ombros de todos. Aqueles que não se manifestam estão sendo omissos em seus deveres, e negando a si próprios o seu direito de reivindicar melhorias. Afinal, o que é uma nação sem os que falem por ela?

0 comentários:

Postar um comentário

 

Casa da Hachi Template by Ipietoon Blogger Template | Gadget Review