terça-feira, 12 de junho de 2012

"Post hoc, propter hoc"?

Postado por MissHachi7 às 18:42
         Sabe quando, de tanto ver algo acontecer após um primeiro evento, você passa a associar um ao outro? Eis o "após isso, por causa disso". É nesse rumo de pensamento que associamos o trovão ao relâmpago, o céu escuro a uma tempestade, etc... E também os fins de relacionamento à lua, as discussões em família ao vizinho, etc. etc.
        Essa tendência a associar eventos é uma característica importante para a apreensão de novos conceitos, memorização de conceitos antigos, formação de opiniões e avaliação de sugestões. Mas deixando de lado toda essa abordagem utilitarista, a mania de argumentar com causa e efeito resulta em sofismas, que tornam as conversas aborrecidas e as redações vazias. Quer dizer, justificar que você tem que se livrar do seu cachorro porque toda vez que ele late alguém te exclui no facebook é ridículo! Mas tem quem use argumentos desse naipe para decidir questões muito sérias, como divórcios, demissões e amizades. O que é mais ridículo ainda.
         Concordemos num ponto: em qualquer tópico abordado, o mínimo que se faz é analisar de formas diferentes as resoluções a que se pode chegar! Nada é fatal a ponto de só haver uma explicação, ou apenas uma solução. Não que eu esteja querendo ser moralista, do tipo "use mais o diálogo" [apesar de ser um bom conselho], mas não discutir com ninguém sobre certas ideias que se tem já teve resultados desastrosos! Tentar uma conversa simples pode salvar vidas e relações, em vários graus diferentes. 
        Dica de hoje: evite o "post hoc, propter hoc" em textos e na sua vida. Seja mais livre para pensar!

2 comentários:

Amanda Bento disse...

Não é que faz sentido? hm/

Hachiko disse...

eu faço sentido, às vezes xD

Postar um comentário

 

Casa da Hachi Template by Ipietoon Blogger Template | Gadget Review