segunda-feira, 2 de julho de 2012

Culpa do amor

Postado por MissHachi7 às 22:02
       Quanto mais eu vivo, mais reforço minha certeza da fragilidade humana. Não apenas baseada projeções dos meus próprios desvios morais sobre a totalidade, afinal, nem todos são estúpidos como eu (apesar de sim, existirem alguns que chegam quase ao meu nível), mas observando comportamentos alheios que alcançam extremos, e até a entediante rotina dos queridos "normais". Chocada com as atitudes dos assumidamente maus e encantada com a obediente saúde moral dos bonzinhos. 
          Assim, concluí que é verdade, o amor é a base de tudo. Somos frágeis por amor - seu excesso ou sua falta. As pessoas que reclamam que são abandonadas, na verdade devotaram amor demais a alguém que não merecia porra nenhuma. As pessoas que acabam sozinhas e nem ligam pra isso, e que ferem os sentimentos de todo mundo porque nunca ligam no Natal, ou não lembram de aniversário nenhum, amam pouco. É assim que sempre sobra uma pessoa que mora sozinha e tem um álbum com as fotos de todo mundo que já a abandonou, e uma que só tem gatos e morre sem ninguém ficar sabendo porque nunca teve quem amasse o suficiente pra contar onde ficava sua casa. 
       Quem sabe? O excesso de amor poderia se tornar uma obsessão e a falta dele poderia tornar uma pessoa fria e distante. De qualquer jeito tudo está ferrado! Encontrar equilíbrio é a chave para o fim das doenças mentais e do mimimi no Facebook. Eu devia ouvir meus próprios conselhos. Vou acabar com um álbum, gatos e indigente.

0 comentários:

Postar um comentário

 

Casa da Hachi Template by Ipietoon Blogger Template | Gadget Review