terça-feira, 31 de dezembro de 2013

ANO NOVO

Postado por MissHachi7 às 15:18 0 comentários

2013 foi um ano bizarro, mas não devemos julgar pelas aparências. 
Aprendi muita coisa, conheci muita gente e definitivamente tive bons momentos. Eu já pedi desculpas pela falta de ânimo, mas agora quero agradecer a compreensão. 
Espero que 2014 não seja um ano fácil. 
O QUÊ?
Pois é, não quero coisas fáceis pra mim, não. Quero mais oportunidades para crescer, ser feliz, e poder ajudar os outros. Então espero que 2014 seja um ano de desafios. E só rezo para ter força suficiente para enfrentá-los e não me decepcionar comigo. Desapontar os outros não é mais meu medo. Ninguém mandou eles criarem expectativas.

Para você eu desejo... que suas necessidades sejam supridas. Não que esteja julgando seus sonhos, só acredito que todos pedimos muito mais do que realmente precisamos. Então quero que você seja feliz, mesmo sem ter tudo que deseja. 
Que não lhe falte nada. Amor, principalmente. Gente mal-amada é terrível (experiência própria).
Que você não brinque com os sentimentos dos outros, e que ninguém ouse brincar com os seus. 
Que seus abraços durem 20 segundos cada.
Que você não esconda seu sorriso, que não camufle sua risada, que não tenha vergonha de gargalhar.
Que busque ajudar os outros sem esperar nada em troca (mas saiba que sempre tem algo em troca - satisfação pessoal por ser uma boa alma).
Que tenha pra quem dar seu carinho (vale bicho de estimação, com certeza).
Que você se sinta iluminado sempre que notar o que tem de bom na sua vida.

Apesar de ter uma preguiça imensa do quanto todos se agitam por algo que acontece todo ano, reconheço a sensação de "nova chance" que vem com o Ano Novo. Aproveitemos. É a chance de fazer tudo direito. Folha em branco, hein. Boa sorte pra gente...

segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Boa tarde...

Postado por MissHachi7 às 15:29 0 comentários
Ando sumida porque as ideias andam sumidas.
Desde que me apaixonei,
só o coração anda querendo se pronunciar,
mas ainda não quero falar de amor.
E se não for pra falar de amor, para que falar?
Aguardar.

quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

HAIKAI 41

Postado por MissHachi7 às 19:56 0 comentários
Gostar de alguém que mora
depois da puta que pariu:
muito eu, viu.

Natal

Postado por MissHachi7 às 19:39 0 comentários
Ah, o Natal! Época pela qual espero ansiosamente todos os anos, fazendo uma contagem regressiva estressante (desde fevereiro)... Não foi diferente em 2013! Contei os dias, sonhei, fiz planos, desenhei até esqueminhas para que tudo desse certo... E FOI TOSCO.
Não me venha com o papo moralista, que estou dispensando. Refiro-me às reuniões familiares, à parte oficial, obrigatória, indispensável de todo dezembro.
Sabe, não que eu não goste da pseudo-romaria, cada dia em uma casa diferente, visitando todo mundo, comendo tudo exceto a lua... porque eu gosto. De verdade. Meu problema são os diálogos natalinos.

- fui abordada de seis formas diferentes a respeito do meu falecido relacionamento (a melhor: "por que ele não veio com você?");
- menti pra todo mundo sobre o vestibular, porque estava com preguiça de me explicar (seria assim: Parei de prestar Medicina. Por quê? Porque eu não gosto tanto assim de gente. Que absurdo. Pois é. Então você não pode fazer nada, pra tudo tem que gostar de gente. De fato. E então? Bom, não odeio gente, só não quero tratar gente. E então? Uai, tenho que fazer alguma coisa da vida, né? Ah, é. Então.);
- "Mas você não fazia Psicologia?" - sim, eras e eras atrás;
- "Seu nome é Aline?!" - obrigada, prima, por não se lembrar do meu nome, EU ME LEMBRO DO SEU!
- "Tá tão gordinha..." - obrigada, tia, você tem acompanhado o blog?

Enfim, na minha cabeça as conversas no Natal são cheias de amor sincero, e na vida real são repletas de amor condicional e irônico.
Em casa, por outro lado, tem tanto irmão mais novo que o ânimo natalino é puro. Dá até gosto.
Lembrar dos ensinamentos de Jesus e se sentir culpado tentar melhorar.
Estou reclamando, mas tenho meus amigos se lembrando de mim e ligando pra desejar Feliz Natal... e minha família se importando... todos com saúde, felizes na medida do possível. Não tem como pedir mais que isso.
Agora chega mais, Reveillon.



sábado, 14 de dezembro de 2013

Meu colegial

Postado por MissHachi7 às 10:32 0 comentários

Aqueles realmente foram os melhores dias da minha vida. Se eu pudesse colocar um rótulo naquela época, definitivamente seria "Nutella": não me fez bem, adicionou alguns quilos ao meu comboio de vivência, sobrecarregou meu organismo, mas, cara, era uma delícia e eu sinto saudades.

"Eu te amava desde antes de nos conhecermos"

Postado por MissHachi7 às 08:30 0 comentários

De que outra forma poderia explicar o quanto nos conectamos rápido?
Nossas ansiedades quase se mataram sufocadas.

Por tanto tempo jurei que morreria sozinha...
E você apareceu e em questão de dias eu jurava que morreria ao seu lado.

Eu não confiava em ninguém.
Você chegou e entreguei minhas chaves e segredos.

Eu tinha medo de que você me deixasse.
Assim, fui embora antes.

Para que nossas alegrias não se suicidassem em meio a decepções.
E evitar que nossos pesadelos virassem realidade.

Eu soube da sua surpresa e amargura.
Mas agora, passados três anos, ouvi que vai se casar.

Ainda amando você, passo noites em claro
tentando me convencer de que foi o melhor pra nós.

(Com certeza foi o melhor para você)

Minha ansiedade está me matando,
minha alegria se matou, decepcionada com minhas escolhas,
e meu pior pesadelo se tornou realidade:
estamos separados.

Desafiando a gravidade

Postado por MissHachi7 às 08:09 0 comentários

Algo mudou dentro de mim,
algo não é o mesmo...
Estou cansado de obedecer as regras
do jogo de outra pessoa.

Tarde demais para reconsiderar,
tarde demais para voltar para a dormir...
É hora de confiar nos meus instintos
fechar os olhos e pular.

É hora de tentar desafiar a gravidade,
acho que vou tentar desafiar a gravidade...
Dê-me um beijo de adeus, estou desafiando a gravidade
e você não me derrubará!

Eu estou cansada de aceitar limites
só por alguém dizer que são limites.
Algumas coisas não posso mudar,
mas antes de tentar eu nunca saberei.

Há muito tempo tenho tido medo
de perder amor que acredito ter perdido...
Bem, se isso for amor,
vem a um preço alto demais...

(Wicked)




Divagar: sono

Postado por MissHachi7 às 07:51 0 comentários
Essa noite eu dormi por 30 minutos. 
Não adianta me perguntar o motivo, porque nem sob tortura eu admitirei eu não sei. 
A questão é,
se eu costumo dormir 4 horas por noite e já morro de sono durante o dia naturalmente... 

Divago:
Como estou de pé agora? 
Será porque o cochilo iludiu meu cérebro e ele acredita que teve as 4 horas de sono?
Será que eu caí num buraco de minhoca quando rolei da cama?
Será que daqui a pouco vou simplesmente desmaiar e entrar direto na fase REM?
Será que estou sonhando neste exato momento?
Será que os elefantes têm joelhos?
Oh céus, eu me pergunto.

quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

RELATÓRIO DA VERGONHA

Postado por MissHachi7 às 18:00 0 comentários
BUENO, essa semana tive o temido retorno com a nutricionista, para verificar meus progressos (ou regressos) e analisar as minhas dificuldades.
Eu emagreci um quilo.

É.








Tanto mimimi para um quilo. Foda.

Mas eis as minhas desculpas [não que eu me sinta melhor com elas]:
a) meu namorado terminou comigo.
b) aí eu comecei a comer como se comida me desse amor.
c) aí eu engordei 3kg em uma semana.











EU SEI QUE NADA JUSTIFICA MEU DESLEIXO, mas eu juro que fiquei aliviada quando vi que não havia GANHADO peso em relação a quando comecei.
Graças ao Grande Rei do Terror, a academia tem sido um lugar de penitência para os ataques de gordice pecaminosa, e na medição de banhas por bioimpedância, eu perdi 3% da gordura nesse mês. O negócio está em criar mais músculos, que representam tecido metabolicamente ativo, ou seja, que ajuda a gastar calorias! UHUL!

Novidades
- minha cintura foi de 117 para 98cm (YAY);
- sobrevivo a 280 abdominas (dividos em séries de 20, porque por favor, ainda sou eu);
- evoluí de 2 para 5 kg nos pesinhos;
- descobri que faço barulhos constrangedores enquanto corro (tipo uns gemidos. shemurr).



HAIKAI 40

Postado por MissHachi7 às 17:27 0 comentários
Preguiça de comer:
Se comer demais,
mais precisarei correr.

quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Rosa na cabeça

Postado por MissHachi7 às 15:13 0 comentários
Agora meu cabelo tem pedaços cor de rosa! Ah, é! Depois de ter pintado de vermelho, fiquei uns bons 9 meses sem mexer com minhas melenas, porque eu havia passado por uma catarse capilar e cortado as mechas vermelhas. [Sim, meu cabelo estava todo comprido, gigante, e as mechas curtinhas, acima do queixo. Precisei cortar tudo e esperar crescer... pra fazer tudo de novo!].
Dessa vez não estou com ódios mortais para descontar nos meus belos e inexistentes cachos. Talvez um pouco de rebeldia, mas só o suficiente para criar vergonha na cara e ir pedir ajuda pra Nadyara de novo.

QUEM EU COPIEI? Minha diva linda.

A aventura

Foi bem mais rápido dessa vez.

1°- porque ela precisava sair, então estávamos com pressa;
2°- meu cabelo já estava mais ou menos desbotado, então descolorimos SÓ duas vezes e conseguimos o tom certo;
3°- eu estava com medo de atrasar a Nady, então reduzi o tempo de permanência de TUDO no meu cabelo - descolorante, corante, creme, xampu, álcool, sal, limão, arriba, abajo e adentro - em quase dez minutos.

Mesmo assim, ela teve que ir e me deixar sozinha pra tirar o papel alumínio das minhas madeixas, lavar o cabelo e "não por fogo na minha casa nesse meio-tempo". Saiu e me deixou sem nada pra fazer nos próximos 15 minutos. O que eu fiz? Decidi esquentar um pouco de água pra tentar tirar o corante rosa que grudara nas minhas mãos. 
Estava eu no meio da cozinha, panela na mão, cabeça cheia de alumínio, tinta rosa escorrendo no rosto, caçando um isqueiro, fósforo ou coisa que o valha... a colega que mora com a Nady chegou. Como uma pessoa normal reagiria? Não sei. EU disparei a falar:
- Oi, eu sei que vai parecer estranho, mas sou amiga da Nadyara, não invadi sua casa, não vou sujar sua panela, tá vendo, nem tô encostando direito nela...
Ela riu, disse que havia sido avisada da minha presença... E depois, pensei, quem invadiria a casa alheia pra pintar o cabelo de rosa?

O saldo

Cabelo rosa, banheiro da Nady rosa, tanque rosa, paredes rosa, panelas rosa, chão rosa, roupas rosa, orelhas rosa... e Hachi feliz! Esse dia foi maravilhoso, porque encontrei, além da Nadyara, outros amigos muito queridos com quem eu estudei no meu curto tempo de permanência na faculdade. É sempre bom ter com quem fazer aleatoriedades assim, reclamar da vida, pensar grande, rir do que acontece e andar no sol. Em horas assim eu meio me arrependo de ter deixado a Psico08. Obrigada, galera bonita!

Sapatão

Postado por MissHachi7 às 14:29 0 comentários
Poucas coisas conseguem ser, ao mesmo tempo, tão simples e tão terrivelmente incômodas quanto um sapato apertado. Acha exagero? Considero sapatos apertados uma das armadilhas da moda para pegar incautos e pezudos.
Sim, porque quando se calça 42 e se é uma mulher, sente-se que é uma cilada.

SISTEMA: "Você tem que ser mais feminina!"
ALINE: "Oquei! Então vou comprar lindas sandálias de salto!"
SISTEMA: "Quer apostar?"



Antes de perceber que era uma "anormal", eu tinha a santa inocência de perguntar aos vendedores se tinha "aquele cor de rosa ali no tamanho 42". Eles até riam pra dizer que não. Quase um "claro que não, por que teríamos um sapato feminino para um pé que claramente não é de mulher?".
Sim, porque existem saltos tamanho 42, mas todos parecem feitos para dar a impressão de masculinidade (se é que me entende).

Meu ex-namorado queria me dar um presente de aniversário e perguntou quanto eu calçava. Respondi e ele comentou "uau, podemos usar os mesmos tênis". Romântico.

Quem já teve o desprazer de ver meus pés sabe que são cheios de marcas e cicatrizes e calos por conta de sapatos apertados.

No dia da minha formatura eu devia usar salto, ou sandália social (qualquer coisa que não meu all star surrado cheio de caveiras). Viramos Uberaba de cabeça para baixo. Shopping, lojas famosas, lojas anônimas, fábricas, senhores que fabricam sapatos em casa! Não há sequer FÔRMAS do tamanho do meu pé por aqui. 
Então fomos pra Uberlândia. Rodamos shopping, lojas especializadas. Insucesso. Fomos para Franca (e, honestamente, meu desespero já estava alcançando níveis estratosféricos e sentia que meu destino era viver de tênis e chinelo pra sempre) e lá, com a graça do Grande Rei do Terror, achei UM sapato de salto que entrou (mais-ou-menos-mente) no meu pé gigante, e que me permitia aguentar 15 minutos de pé, parada. Só pra constar, o número dele era 39.
Quer dizer, por aí já dá pra notar que não é fácil ser feminina sendo eu e morando numa cidade que não se abre o suficiente para o comércio (exceto o comércio que envolva vacas e zebus; se houver vacas e zebus, vem pra cá você também) e não leva em consideração pessoas do meu tamanho que querem andar calçadas.

Então eu acabo tendo que comprar uns calçados meio dúbios para usar no dia-a-dia.
São lindos.
São brilhantes.
São fofos.
São 3 números menores que meus pés.

Sou da opinião de que sapatos apertados contribuem para o sedentarismo (para que andar se dói andar?) e para o mau humor (se estou sentindo dor, não preciso rir das suas piadas). Essa é minha teoria do dia. O varejo uberabense deveria ter mais opções! Estou esperando sentada. Descalça.

sábado, 30 de novembro de 2013

E vai ficar tudo bem...

Postado por MissHachi7 às 10:34 0 comentários


Estava eu linda e maravilhosa [mentira] trabalhando na biblioteca¹, quando um garoto aparece para devolver um livro. Arrumei a ficha, peguei o livro, anotei a devolução, guardei, tudo em silêncio, mas eis que o fato de eu estar calada causou estranheza. Segue o diálogo:

Ele: Por que você não está bem-humorada hoje como de costume?
Eu: Quando terminam relacionamentos², as pessoas ficam assim por um tempo.
Ele: Bom, sugiro, primeiramente, que evite relacionamentos. É o que eu faço. Depois, você tem alternativas: pode fazer como a maioria e se afogar em vodka, ou, o que seria melhor, sair e se divertir com amigos, chegar em casa e pedir comida italiana, assistir um bom filme de terror. Comédia romântica não, por favor. E comer chocolate. E vai ficar tudo bem.

Esse comentário melhorou meu dia 100%.

1 - sim, eu sei, parece que não, mas eu trabalho. 
2 - se eu tivesse algum problema em falar da minha vida pros outros, não teria um blog.

Penso

Postado por MissHachi7 às 08:15 0 comentários
logo desisto.
Acho que minha criatividade está morrendo.

"Talvez seja eterno, mas não dure tanto..."

Postado por MissHachi7 às 08:03 0 comentários
Todas as minhas eternidades duraram quatro meses.
Talvez ninguém lide bem com tudo o que quero mostrar.
Ou com tudo que sou.
Eu, com certeza, não gosto.

Meus modos são exagerados, minhas convicções são firmes,
[não fixas, não permanentes, não imutáveis, não cimento mental]
 meu amor é franco, minha preguiça é federal,
meu cabelo é despenteado e minha cabeça é caos.

E por isso, em alguns dias eu volto a ser só eu. 
Mas não significa que eu vá diminuir meus mimimis,
ou amar menos,
ou mudar pelos outros.

É continuar sendo essa Hachikera toda...
até entender que não preciso me compartilhar com ninguém pra ser feliz.
[Ainda não entendo, mas ah, tente enfiar racionalidade num coração para ver.]
Mesmo que isso me leve pro inferno.
Mas quem tem medo de jujubas de morango?

Postado por MissHachi7 às 07:49 0 comentários
"Ninguém pode magoá-la, você se magoa."

sexta-feira, 29 de novembro de 2013

Ataque de fofura

Postado por MissHachi7 às 14:47 0 comentários
Porque, ultimamente, só com fofura pra ser feliz.

Cê tá triste, Hachiko?

Postado por MissHachi7 às 14:44 0 comentários

Não, tô puta mesmo!

quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Saldo 2013 - prévia

Postado por MissHachi7 às 15:57 0 comentários
Relacionamentos:
solteira.
Estudos:
tentando pra caralho.
Trabalho:
voluntário.
Dinheiro:
oi?
Amigos:
muitos, graças a Deus.
Cabelo:
AGUARDEM

Como eu me sinto no momento?

Postado por MissHachi7 às 13:28 0 comentários

terça-feira, 26 de novembro de 2013

Ataque de fofura

Postado por MissHachi7 às 17:16 0 comentários
"Mano, olha pra foto, olha, sorria, OLHA!"

O sustos de estar viva

Postado por MissHachi7 às 16:39 0 comentários
A nossa estabilidade, emocional, mental, qualquer uma, é uma ilusão.
Qualquer sensação de equilíbrio é enganosa.
Vivemos, todos nós, andando no fio de uma navalha.
Assim que a gente se acomoda, o universo [a vida, uma força superior] precisa mostrar que não é desse jeito que vai dar certo.
Então vêm as surpresas.

Geralmente são desagradáveis, dão a ideia de um chute na bunda [empurrando pra frente], ou de uma pancada na cabeça.
Tiram o chão, puxam o tapete, jogam água gelada no rosto.
Pra sacudir o marasmo em que a gente se encaixa enquanto vive.
O susto vem pra mostrar que, se você está confortável demais sem se esforçar, aquilo não deve estar certo.

A gente só aprende quando experimenta.
Quando sofre um trauma, então?
A lição praticamente nos é cravada nos ossos.

Toda vez que algo é tirado da gente,
sempre que passamos por momentos em que sentimos que tudo está perdido...
É a chance de começar de novo,
começar consertando o que havia de errado,
o que não cabia,
o que sobrou ou faltou.

Cada susto significa ainda estarmos vivos.
E por isso mesmo, significa podermos mudar a forma como vivemos.
E tentar fazer a mudança ser pra melhor.

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Problemas com organização

Postado por MissHachi7 às 13:20 0 comentários
Meu quarto sempre foi de uma bagunça federal. 
Não apenas admito isso como já cheguei a descrevê-lo algumas vezes. 
Mas depois que eu me mudei da casa do Império e me mudei pra casa Alegre (entendedores entenderão), minha zona evoluiu com vigor e eu gostaria de compartilhar isso com vocês.
Até porque, se alguém tiver ideias para melhorar minha vida nesse cubículo quarto, eu ia amar.
Ele é minúsculo. 
Cama, cômoda, baú, mesa, duas mesinhas de centro (gentilmente cedidas pela mamain), dois criados mudos e um guarda-roupa. 
Aí você diz, "pô, Hachi, se tem tudo isso não é tão pequeno".
Mano, as mesinhas de centro ESTÃO NO CENTRO, e eu preciso PISAR nelas pra sair da minha cama e chegar ao portal.

("Ah, Hachi, por que você não diz "porta" igual todo mundo?"
Porque eu não tenho uma porta! Lalala! É só uma abertura na parede. Quem precisa de privacidade?)

Enfim, não há nenhum espaço horizontal no meu quarto que não esteja ocupado.
Sim, o chão está incluído nessa. 
Meu guarda-roupa guarda meus livros, meu baú guarda minhas roupas e minha cômoda guarda meus penduricalhos e apostilas e cadernos que não couberam no guarda-roupa.
As mesinhas de centro comportam meus sapatos - que não são muitos, mas são grandes, então são espaçosos.
O chão tem meus apetrechos de costura e de pintura, além de uns rascunhos que não acharam seu caminho até o blog ou o lixo.
As agendas ficam nos criados mudos (afinal, já são 32 agendas cuidadosamente organizadas, escritas, pensadas e amadas).
E o resto fica na cama enquanto não estou dormindo.
Quando estou dormindo, vai todo mundo pra cima da mesa - que, antes de isso chegar, já estava com meu espelho gigante e minhas revistas de decoração de interiores (aliás, eu tenho muitas delas para alguém que nem gosta do assunto...).
E aí, eu tenho esperança?


sábado, 23 de novembro de 2013

Lenha

Postado por MissHachi7 às 07:51 0 comentários

Eu não sei dizer
o que quer dizer
o que vou dizer...

Eu amo você,
mas não sei o que
isso quer dizer...

Eu não sei por que
eu teimo em dizer
que amo você,
se eu não sei dizer
o que quer dizer
o que vou dizer...

Se eu digo "pare",
você não repare
no que possa parecer...

Se eu digo "siga",
o que quer que eu diga
você não vai entender...

Mas se eu digo "venha"
você traz a lenha
pro meu fogo acender...

(Zeca Baleiro)

Reflections of a skyline

Postado por MissHachi7 às 07:43 0 comentários
"E eu quero brincar de esconde-esconde, te emprestar minhas roupas, dizer que amo seus sapatos, sentar na escada enquanto você toma banho, e massagear seu pescoço. E beijar seu rosto, segurar sua mão e sair pra andar. Não ligar quando você comer minha comida, e te encontrar numa lanchonete pra falar sobre o dia. Falar sobre o seu dia e rir da sua paranóia. E te dar fitas que você não ouve, ver filmes ótimos, ver filmes horríveis. E te contar sobre o programa de TV que assisti na noite anterior e não rir das suas piadas. Te querer pela manhã, mas deixar você dormir mais um pouco. Te dizer o quanto adoro seus olhos, seus lábios, seu pescoço, seus peitos, sua bunda. Sentar na escada, fumando, até seus vizinhos chegarem em casa, sentar na escada, fumando, até você chegar em casa. Me preocupar quando você está atrasado, e me surpreender quando você chega cedo. E te dar girassóis e ir à sua festa e dançar. Me arrepender quando estou errado e feliz quando você me perdoa. Olhar suas fotos e querer ter te conhecido desde sempre. Ouvir sua voz no meu ouvido, sentir sua pele na minha pele, e ficar assustada quando você se irrita. Eu digo que você está linda, e te abraçar quando você estiver aflita, e te apoiar quando você estiver magoada, te querer quando te cheiro, e te irritar quando te toco e choramingar quando estou ao seu lado. E choramingar quando não estou. Debruçar-me no seu peito, te sufocar de noite e sentir frio quando você puxa o cobertor e sentir calor quando você não puxa. Me derreter quando você sorri, me desarmar quando você ri. Mas não entender como você pode achar que estou rejeitando você quando eu não estou te rejeitando, e pensar como você pôde pensar que eu te rejeitaria. E me perguntar quem você é, mas te aceitar do mesmo jeito. E te contar sobre o "tree angel", "o menino da floresta encantada" que voou todo o oceano porque ele te amava. Comprar presentes que você não quer e devolvê-los de novo. E te pedir em casamento, e você dizer "não" de novo mas continuar pedindo, porque embora você ache que não era de verdade, sempre foi sério, desde a primeira vez que pedi. Ando pela cidade pensando. É vazio sem você mas eu quero o que você quiser e penso. Estou me perdendo, mas vou contar o pior de mim e tentar dar o melhor de mim porque você não merece nada menos que isso. Responder suas perguntas quando prefiro não responder, e dizer a verdade mesmo que eu não queira, e tentar ser honesto porque sei que você prefere. E achar que tudo acabou, espera só mais dez minutos antes de me tirar da sua vida. Esquecer quem eu sou e me deixar tentar chegar mais perto de você. E de alguma forma, de alguma forma, de alguma forma compartilhar um pouco do irresistível, imortal, poderoso, incondicional, envolvente, enriquecedor, agregador, atual, infinito amor que eu tenho por você." (Sarah Kane)

Eu corro como uma diva

Postado por MissHachi7 às 07:37 0 comentários
Mentira, eu corro parecendo um boing caído.
Mas de qualquer forma, corro!
Eu tinha um pouco de medo de correr na esteira porque ela balança tanto e faz tanto barulho que eu temia estragá-la.
Mas essa semana cheguei meio puta da vida na academia e queria mais era estragar aquela porra toda.
Coloquei um Tenacious D maroto no mp4 e comecei a andar, aumentando a velocidade de forma quase desafiadora, até não conseguir mais apertar o botãozinho por questões de equilíbrio.
E quando vi, estava correndo. 
Provavelmente o barulho devia ser escandaloso.
Provavelmente testei a perseverança daquela máquina, pobrezinha.
Provavelmente as mulheres estavam olhando pra mim, julgando meus peitos que quase acertavam meu rosto.
Provavelmente.
Mas com certeza mandei todo mundo se foder e continuei alegremente.
Sem ironias, alegremente.
Aí voltava pra uma velocidade em que eu conseguia respirar, e depois aumentava de novo. Fiz isso por meia hora. Saí alquebrada, mas viva e exultante.
ELEFANTES PODEM CORRER.
E eu também huhuhu.

quinta-feira, 14 de novembro de 2013

No air

Postado por MissHachi7 às 17:19 0 comentários
((Só pra constar, não sei COMO eu não havia postado essa música antes! Ela é a minha favorita desde que foi lançada, e eu escuto TODO DIA, e as pessoas já a odeiam de tanto eu cantar.... Vou até postar a original, porque PFVR, vem ser perfeita assim aqui comigo! ))


(Jordin linda maravilhosa por que eu não sou você?)

Tell me how I'm supposed to breathe with no air?

If I should die before I wake
It's cause you took my breath away
Losing you is like living in a world with no air, oh

I'm here alone, didn't wanna leave
My heart won't move, it's incomplete
Wish there was a way that I can make you understand

But how
Do you expect me, to live alone with just me?
‘Cause my world revolves around you
It's so hard for me to breathe

Tell me how I'm supposed to breathe with no air?
Can't live, can't breathe with no air
That's how I feel whenever you ain't there
There's no air, no air
Got me out here in the water so deep
Tell me how you gonna be without me?
If you ain't here, I just can't breathe
There's no air, no air...

I walked, I ran, I jumped, I flew,
Right off the ground to flow to you
There's no gravity to hold me down, for real

But somehow I'm still alive inside
You took my breath but I survived
I don't know how but I don't even care

(Jordin Sparks)

SSSSSOU SAUDÁVEL

Postado por MissHachi7 às 15:16 0 comentários

Overdose de fofura do dia

Postado por MissHachi7 às 14:51 0 comentários
"Me deixa dormir, affe!"

No meu casamento:

Postado por MissHachi7 às 14:36 0 comentários

terça-feira, 12 de novembro de 2013

Hey, Wallaby

Postado por MissHachi7 às 18:01 0 comentários

Às vezes somos testados das formas mais estranhas,
mas estamos sendo sempre cuidados e amparados dentro dessas provações.
Que esse aniversário marque o começo de um novo ciclo,
mas que você continue por perto apesar do que mudar.
Você é tão você! Não se esqueça de que essa é a melhor qualidade.
Te amo, viu?


Sobre os cuzões do trânsito

Postado por MissHachi7 às 17:48 0 comentários
O lugar mais desafiador quando se trata de amar o próximo é o trânsito.
Há uma concentração anormal de babacas por metro quadrado,
e eles vêm em motos, carros, bicicletas, a pé.
E quando veem um carro da autoescola, então?
A babaquice flui aos borbotões!
Param no sinal BEM ENCOSTADOS no carro de quem tá aprendendo.
Usam a buzina como se tivessem descoberto recentemente que ela existe.
Gritam palavras de incentivo como "iiiih, não vai conseguir".
Nos morros, botam terror em quem tá tentando fazer rampa.
São verdadeiros, requintados, perfeitos filhos da puta.
[Já me sinto melhor.]
Isso sem falar nos idiotas que cagam na direção pra todo mundo,
não apenas pra quem tá aprendendo.
Uns malas que tiraram a carteira vai saber lá onde.
Fazem umas conversões que não existem,
estacionam em local proibido,
invadem a contramão,
e acham ruim quando alguém critica.
Não dão seta pra virar,
andam muito acima do limite de velocidade,
cruzam sinal fechado,
e ficam de mimimi depois que atropelam alguém.
Não tô querendo parecer amarga não,
mas toda essa galera irresponsável dirigindo
só prova que tem alguma coisa errado na forma como selecionam
quem passa ou não no teste prático.
FALEI.
OBS: os motoristas responsáveis, éticos, educados e com alguma noção, perdoem o palavreado e obrigada por não contribuirem com o caos que as ruas têm se tornado. Beijo da gorda.

Devo malhar hoje?

Postado por MissHachi7 às 16:45 0 comentários

segunda-feira, 11 de novembro de 2013

HAIKAI 39

Postado por MissHachi7 às 16:39 0 comentários
Comer gordice em dieta
é o maior gatilho de culpa
e afastador de meta.

sexta-feira, 8 de novembro de 2013

Pare de sonhar

Postado por MissHachi7 às 17:49 0 comentários

De todos os lados vimos propagandas, incentivos, discursos e comentários do tipo "nunca deixe de sonhar", "não desista dos seus sonhos". Bonito. Fofo. Adorável e meigo.
Muitas pessoas têm sonhos e se veem constrangidas a esquecê-los, seja por causa da família, dos amigos, dos rumos que escolheu para a própria vida. Encorajá-las a retomar esses sonhos talvez soe como uma boa forma de semear esperança, mas, se junto a esse encorajamento não vierem as palavras "planeje", "trabalhe", "esforce-se", é o mesmo que nada.
Viver no encalço de uma ilusão não tem sentido se, antes de começar, não buscarmos montar um conjunto de reforços para alcançá-la.
Planejar, definir metas, ensaiar, montar estratégias, fazer listas, pesquisar, calcular, rezar.
Improvisar não é a melhor opção quando se trata do que pode representar uma conquista importante na sua vida.
Então agora que já sabe o que quer, pare de sonhar, e torne tudo realidade.
 Tô motivacional hoje.

A chave para minha alma

Postado por MissHachi7 às 17:13 0 comentários
Ninguém realmente entende a dor de ser
até que seja
enquanto não for, 
não pode opinar 
sobre como seria
mesmo porque toda hipótese
sem conhecimento
é burra
e toda opinião 
sem conhecimento de causa
é hipócrita
e hipocrisia burra
basta a minha
de ser quem sou 
e mesmo assim
não me saber em mim.

Tudo cabe em mim, até o que não.

Postado por MissHachi7 às 17:09 0 comentários
A dor de perder amor, 
de perder ar, 
de se perder.
A saudade do que já foi, 
do que ainda é um pouco, 
do que nunca será.
O medo do possível, 
do real, 
do impossível.
As certezas do que vem de bom, 
de ruim, 
de terrível 
e de maravilhoso.
As visões de sonhos, 
de ontens 
e hojes 
e amanhãs 
que acabrunham a coragem 
de lembrar.
Está tudo em mim, tudo cabe.
Principalmente o que não.

quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Minha futura família

Postado por MissHachi7 às 17:52 0 comentários
Charleston

Calíope
 
Hades
 
Banzai
 
 Pyr

Sado

Maso


~~em expansão :3

terça-feira, 5 de novembro de 2013

"O que você gosta mais de fazer, além de comer?"

Postado por MissHachi7 às 17:28 0 comentários
MENTIRA, eu gosto de rugby.

segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Meu pai diz que eu não emagreço porque não quero.

Postado por MissHachi7 às 17:27 0 comentários
EU:
 

Agora eu quero! \o/

Reclamando da dieta com a Andressa

Postado por MissHachi7 às 17:19 0 comentários

A gente se entende.

Eu com relação à dieta

Postado por MissHachi7 às 17:16 0 comentários
"Morangonão!"


sexta-feira, 1 de novembro de 2013

HAIKAI 38

Postado por MissHachi7 às 17:42 0 comentários
"O lado bom de ser gorda?
Nenhum, bola não tem lado."
Eu também achei engraçado.

Amor e gatos

Postado por MissHachi7 às 16:34 0 comentários

A situação tá pior do que eu pensava

Postado por MissHachi7 às 16:32 0 comentários
Essa semana eu tinha marcado com a nutricionista para fazermos um cardápio bem equilibrado, de forma que o projeto seguisse da melhor forma possível. Ela veio, conversamos, medimos, pesamos... Levei um susto!
Usando bioimpedância, os cálculos mostraram que tenho, em toda minha magnitude circunferencial, 47% do meu corpo composto por gordura. Pois é, eu também.



O que aconteceu??

Na verdade, eu perguntei (porque imagine meu choque! Na academia o resultado com o adipômetro foi de 29%! QUE PORRA É ESSA?), e ela explicou que em casos como o meu (de obesidade óbvia) o adipômetro não é tão eficiente, por isso acaba marcando menos do que realmente há.

E meu objetivo, com o acompanhamento dela, é chegar aos 29% [irônico, né?].

A dieta que Giselle vai montar para mim corrigirá os erros que tenho cometido, ou seja:

- vou comer menos em cada refeição, e fazer mais refeições ao longo do dia;
- diminuir a quantidade de alimentos do mesmo grupo em cada refeição (por exemplo, não exagerar nos carboidratos e esquecer as proteínas, gorduras, verduras, vice-versa);
- vou largar mão de ser radical porque, segundo ela, não vou conseguir fazer isso pro resto da vida;
- continuar amando minha academia.

ALIÁS, boas notícias! Os ventiladores que jogam água, na academia, vão embora! O Grande Rei do Terror me ouviu! UHULES!

A Giselle tentou me consolar da mudança assustadora dizendo que meu objetivo agora é ainda maior. Foi legal da parte dela, já que na minha opinião, maior é minha gordice.
NÃO PARA NÃO!





quarta-feira, 30 de outubro de 2013

2013

Postado por MissHachi7 às 14:37 0 comentários
ainda não acabou,
mas algumas esperanças 
que eu tinha pra ele
acabaram.


segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Reeducação alimentar + suporte da galera (?)

Postado por MissHachi7 às 15:51 0 comentários
Depois da primeira semana, era de se esperar que eu estivesse menos incomodada com o fato de não poder mais comer como antes, mas não.
E gostaria de ressaltar um aspecto muito delicado de todo o lance de reeducar-se para o que é saudável, e para o que não engorda...
Com certeza não é fácil para ninguém; no entanto, algumas coisas dificultam esse processo ainda mais!

Por exemplo, dificilmente um evento com os amigos não envolve comida.  
Vamos comer uma pizza. 
Vamos tomar um sorvete. 
Vamos ao cinema (é uma linguagem secreta; significa vamos comer pipoca)

Em toda propaganda tem coisas de comer! E tudo fácil, tudo que faz mal e está logo ali. Você sai de casa e anda dois quarteirões, vê dois bares assando churrasco, a placa do McDonald's no horizonte e se depara com um carrinho de cachorro-quente. Parece até piada.

Na casa de parentes, sempre alguém vai ficar ofendido por você não querer comer, por não aceitar, mesmo que você decline educadamente. 
Estou tentando comer menos, comer direito! 
Não, só um não faz mal, 
é só um pouquinho, 
é só hoje

É, mas nesse ritmo eu vou a vida toda! 

Morando com três irmãos mais novos, sempre há por perto alguém com uma caixa de bombons, sorvete, salgadinhos, porcarias.
E insistem para eu comer! 

Eu sei que todos estão com pena de mim, principalmente os que me viram chorar na frente do Doritos
Mas o que eu preciso MUITO de todos é que entendam: eu necessito desesperadamente aprender a viver sem essas coisas. E eu sei que eu consigo, porque sempre que resisto, sempre que vou dormir depois de ter conseguido dizer não para todas as coisas "gostosas" que me ofereceram durante o dia, eu me sinto maravilhosamente bem. 
Então, não estou pedindo de forma alguma que parem de me oferecer as gordices de sempre, não mesmo. Estou pedindo para que parem de insistir depois do sexto ou sétimo não. 
Só por uma questão de piedade para com uma gorda que está tentando mudar. 
Só agora, tá?
Vai chegar o dia em que eu direi não quantas vezes vocês quiserem 
e minha moral vai continuar lá em cima. 
Só que esse dia ainda não é hoje.

                      Realmente preciso da ajuda de vocês nesse projeto... 


Também quero agradecer aos que estão me ajudando, seja fingindo que o hambúrguer tava ruim, ou não oferecendo as coisas, ou compreendendo minha situação, ou torcendo pelo meu plano, ou incentivando minhas iniciativas, ou dando ideias, ou mandando força sempre, ou também começando o próprio projeto para entrar em forma e se sentir melhor comigo (tipo, a Andressa, que além de tudo isso lê as coisas que eu escrevo, aaaaahhh... e a Bastarda. e a mamain).
Essa semana, aliás, receberei ajuda da minha amiga, a nutricionista Giselle Moraes, para montar um cardápio que me ajude a aproveitar esse processo de mudança da melhor forma possível, com o menor sofrimento agregado... e até mesmo para não fazer aquelas burradas de principiante, do tipo: comer tão mal que começa um quadro de anemia, ou comer tudo light e diet achando que tá liberado... 

Boa sorte pra mim!
#HachikoMenor #AlineDelícia #EstudarQueÉBom,Sempre

Pedaço do meu coração

Postado por MissHachi7 às 15:10 0 comentários
 
Oh, venha!

Eu não fiz você sentir como se fosse o único homem? Sim!
E não te dei quase tudo que uma mulher pudesse dar?
Querido, você sabe que sim!
E a cada vez digo a mim mesma "bem, acho que tive o bastante..."
Mas eu vou te mostrar que uma mulher pode ser "durona"!

Eu quero que você venha, venha, venha, venha e leve-o,
Leve outro pedacinho do meu coração agora,
Quebre-o!
Quebre outro pedacinho do meu coração agora, querido, sim
Possua-o!
Possua outro pedacinho do meu coração agora,
Você sabe que pode, se isso o faz se sentir bem..

Você está fora, nas ruas, parecendo bem,
E bem dentro do seu coração, acho que você sabe que isso não é correto...
Nunca, nunca, nunca, nunca, nunca me ouve quando eu choro à noite,
eu choro o tempo todo!
E a cada vez digo a mim mesma  "bem, não consigo suportar a dor..."
Mas quando você me segurar em seus braços, vou cantar mais uma vez...

(Janis Joplin)

Uma semana de dieta

Postado por MissHachi7 às 14:53 0 comentários
Como eu estou me sentindo:



O que eu quero fazer mas não farei:



sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Queria ser assim

Postado por MissHachi7 às 15:19 0 comentários
"é pilar mas poderia ser linha" HAHAHAHA


Avaliação física

Postado por MissHachi7 às 14:40 0 comentários
Hoje fui à academia fazer algo que eu devia ter feito há muito tempo: uma avaliação física. 
É uma forma de saber exatamente com o que estou lidando, e facilitar a definição de metas. 
Não é nada bonito contar esses números pros outros, mas o projeto envolve essa vergonha, porque quem sabe assim eu viro gente e levo a sério até o fim o objetivo é mudar todos eles.
As medições malditas com o adipômetro (ou "pinça de medir banhas") indicaram que 29,8% do meu corpo é gordura. 
Eu sei, é muito. Assusta.
E não é só isso, mano. 
É gordura dura. Isso significa que eu preciso de menos musculação e de mais aeróbica. Pra "amolecer" as banhas e poder sumir com elas.
Legal, né? Também não acho.
Como veredito, eu preciso reduzir, em três meses, pelo menos 4% do meu tecido adiposo grudento.
Houve o momento pesagem, que assustou a personal. Estou no auge dos meus 109kg, e eu acho que é bem visível, mas todo mundo fica tipo "não parece!". É, queridos, não parece porque vocês não têm que me carregar o dia todo, eu posso dizer pela dor no joelho que peso tudo isso, fácil.
Minha circunferência foi toda conferida e anotada, meus hábitos foram todos questionados, e agora o meu treino será moldado de acordo com meu estilo de vida, minha alimentação e minha força de vontade (huhuhu).
O processo me constrangeu um pouco, mas afinal, percebi que não é só uma questão estética e que me incomoda, mas principalmente uma questão de saúde. É como a Bruna disse, nosso corpo é nosso pra sempre, e se eu já tenho, aos 19 anos, sintomas de doenças e problemas que são comuns em adultos e idosos, como estarei aos 80?
UMA DELICINHA CREMOSA E SAUDÁVEL, porque tô começando a consertar agora. Há!
O resto vocês sabem: meu abdome é muito maior do que o recomendável para que você viva um tanto bom (quase 30cm a mais que o recomendado pelo Ministério da Saúde -q), love handles em todo lugar (até onde você duvida que seja possível), um joelho meio zoado (que vocês já conhecem), e comer direito para todo o tempo na academia fazer diferença.
UHUL!
#HachikoMenor #AlineDelícia #EstudarQueÉBom,Sempre
 

Casa da Hachi Template by Ipietoon Blogger Template | Gadget Review