sexta-feira, 22 de março de 2013

Mas perdi.

Postado por MissHachi7 às 17:28 0 comentários
Eu não posso perder algo que nunca possuí.
Posso perder a esperança de que algum dia viesse a possuir.
Mas dói igual.

Todo mundo já perdeu algo que nunca teve, afinal.
"Saudade do meu futuro", é assim.

A gente perde muita coisa nessa vida.
Mas eu não achei que perderia você.

Arrumação

Postado por MissHachi7 às 17:23 0 comentários
     Em poucos minutos de conversa com adolescentes mais novos, eu decido que das duas uma: ou sou uma egoísta ensimesmada, ou todos eles são altruístas utópicos pretensiosos. Ou ambos. Tudo bem. Você sabe qual a sensação de ver crianças abraçando causas gigantes (ou querendo abraçar; às vezes os pais não permitem a efetivação do movimento dentro de seu lar) enquanto você mesmo vive só numa busca louca pela solução dos seus próprios problemas?
     Claro que há causas e causas - algumas são razoáveis, talvez até mesmo profícuas e aceitáveis, mas outras são ridículas (não vou me arriscar a utilizar exemplos, para não ferir o orgulho de ninguém). De qualquer forma, são mobilizações de partes por um todo, e isso é muito lindo. Eu só fiz isso no rugby - e nem lá eu consegui ser 100%.
     A necessidade de sentir que se é pertencente a algum grupo é intrínseca em todos, creio que na juventude isso apenas se torna mais intenso ("Tudo é mais intenso quando se é jovem", agoura minha avó). Claro que às vezes beira a idiotice. Não adianta, não vou mencionar nenhum. 
     Apesar de tudo isso me cansar (eu devo ser uma alma velha - ignorante e imatura, mas VELHA), fico admirada, sim. É bom saber que o há aqueles dispostos a tentar arrumar o mundo. Só que ainda me recordo da grande questão: arrumar o próprio quarto ninguém quer, né?

segunda-feira, 18 de março de 2013

Preguiçosa Apaixonada

Postado por MissHachi7 às 17:52 0 comentários
    Hoje a Síntia me disse que eu estava com cara de preguiçosa apaixonada. E eu fiquei toda "Nossa, como pode, eu estou MESMO conseguindo personificar os meus dois estados de espírito atuais AO MESMO TEMPO?". De qualquer forma, isso me fez refletir bastante acerca do quanto um estado se concatena ao outro e no fim, todo preguiçoso é meio apaixonado.
    Os afoitos dirão "essa é uma generalização, portanto não é válida, portanto cale-se", mas eu digo "calma, portanto ouça-me, portanto não me interrompa", porque sempre explico melhor minhas teorias, se me derem tempo. Eu acho que todo preguiçoso é meio apaixonado porque a preguiça deve vir de algum lugar. Nada surge do nada. Então convenciono, com os poderes de Autora a mim conferidos [por mim mesma], que a preguiça surge, como a maioria dos ímpetos ou falta deles, de algum desejo. Desejo de não se mover, que seja. E que é o desejo senão paixão? Fica então provado sofismaticamente, que todo preguiçoso é apaixonado.
   Provar que apaixonados são preguiçosos é que são elas. Então pensando bem, não vou nem tentar. Fica anotado que todo preguiçoso é apaixonado. E só. Tenho dito. Salve 18/03/2013.

Auto-censura

Postado por MissHachi7 às 17:40 0 comentários
     Uma pessoa muito importante me disse pra parar de reclamar (tudo bem, ele não disse isso literalmente, mas eu estou resumindo e concluindo pra você), então eu comecei a me esforçar nesse sentido. 
      Estou me concentrando no fato de ter uma vida legal, estudar numa instituição muito boa, ter um raciocínio que funciona sem grandes falhas, ser cercada por amigos adoráveis e uma família que me apoia.
     Escrevi "sou grata" na minha mão esquerda e mordo a língua sempre que percebo estar descambando pra reclamação. Espero que a longo prazo isso faça efeito, porque até agora eu só tenho me sentido uma idiota quimérica vivendo num inferno de auto-censura. Não, pera. (ai)

terça-feira, 12 de março de 2013

Reflexão rápida

Postado por MissHachi7 às 17:43 0 comentários
Viver sem tempo é pior que viver sem amor.
Sem amor você faz muitas coisas.
Sem tempo você faz quase nada.

Troco amores platônicos inúteis
por horas livres
pra amar quem vale a pena.
Tratar comigo quando eu puder.

terça-feira, 5 de março de 2013

Confissão

Postado por MissHachi7 às 18:00 0 comentários
à espera da morte
como um gato
que saltará sobre a
cama

sinto terrivelmente por
minha esposa

ela verá este
corpo
duro e
branco

vai sacudi-lo uma vez, depois
quem sabe
outra:

"Hank!"

Hank não
responderá.

não é minha morte o que
me preocupa, é minha mulher
abandonada com este
monte de
nada.

quero
no entando
que ela saiba
que todas as noites
dormindo
ao seu lado

que mesmo as discussões
inúteis
sempre foram
esplêndidas

e que as palavras
difíceis
que sempre temi
dizer
podem agora ser
ditas:

eu te
amo.

(Charles Bukowski)

Sobre uma paixão violenta. Só que não.

Postado por MissHachi7 às 15:46 0 comentários
      Quando falava de grandes paixões, Shakespeare provavelmente não pensava no meu amor pelos livros. Aliás, ninguém pensa muito nisso... Mas de qualquer forma, eu me considero uma apaixonada sem recursos: nada me deixa tão feliz, motivada, com vontade de viver e ter tempo como... livros. 
      Não me julgue mal, afinal reconheço a importância de ter outras atividades (eu tenho o rugby, bitches), mas estou falando dos momentos em que alguém pergunta "o que você vai fazer esse feriado?", e eu respondo praticamente sem pensar "ler!". Não tem sido verdade, mas quem liga? Organizo meus livros das mais variadas formas no armário. Por tamanho, alfabeticamente, por assunto, por cores. Nunca os contei... Não tenho boas justificativas para isso. Falta de tesão. 
       Só espero que isso não acabe violentamente. Já pensou?

segunda-feira, 4 de março de 2013

Outra Vez

Postado por MissHachi7 às 17:47 0 comentários
Você foi...
O maior dos meus casos
De todos os abraços
O que eu nunca esqueci

Você foi...
Dos amores que eu tive
O mais complicado
E o mais simples pra mim

Você foi...
O melhor dos meus erros
A mais estranha história
Que alguém já escreveu

E é por essas e outras
Que a minha saudade
Faz lembrar
De tudo outra vez

Você foi...
A mentira sincera
Brincadeira mais séria
Que me aconteceu

Você foi...
O caso mais antigo
E o amor mais amigo
Que me apareceu

Das lembranças
Que eu trago na vida
Você é a saudade
Que eu gosto de ter

Só assim!
Sinto você bem perto de mim
Outra vez...

Me esqueci!
De tentar te esquecer

Resolvi!
Te querer, por querer

Decidi te lembrar
Quantas vezes
Eu tenha vontade
Sem nada perder...

Ah!
Você foi!
Toda a felicidade
Você foi a maldade
Que só me fez bem

Você foi!
O melhor dos meus planos
E o maior dos enganos
Que eu pude fazer...

Das lembranças
Que eu trago na vida
Você é a saudade
Que eu gosto de ter

Só assim!
Sinto você bem perto de mim
Outra vez...

(Ana Carolina)

The world I knew

Postado por MissHachi7 às 17:44 0 comentários
I don't know where this road is going to lead me
But I'm hoping that with you I can make it through
I've had enough of this life to lead me
Right up to the edge of the world I knew

I can't wait
Just to see another day
If it means it's one, one day
That I'm with you

Down this road
We'll look back at
All we've known
Find a life
I can grow old
Just passing through
In the world I knew

I'll be loving your light
Till it fades away
Tell the world I know

Cause it will never change
If something feels so right
Just can't turn the page
There's too much to lose
We're just passing through

Time won't stop
Wish that we could turn back the clock

I can't wait
Just to see another day
If it means it's one, one day
That I'm with you

Down this road
We'll look back at
All we've known
Find a life
I can grow old
Just passing through
In the world I knew

(Jordin Sparks)
 

Casa da Hachi Template by Ipietoon Blogger Template | Gadget Review