sábado, 3 de agosto de 2013

Discrição

Postado por MissHachi7 às 11:51
Uma das minhas frustrações comigo reside no quanto eu faço alarde de qualquer coisa.
Pode não ser nada, mas creia: é possível fazer um escândalo a partir daquilo.
E eu faço.
Sem querer, na maioria das vezes. De propósito, no resto.
"Não olhe agora, mas aquela menina de verde ali falou mal de você pra todo mundo."
Não apenas olho, como grito:
 "QUEM?".

Das várias peças psicológicas que me faltam, a discrição com certeza é a que mais deixa saudades.
Nem tanto para mim, mas para os outros.
Eu vivi até hoje sem ela, mas vai saber quantos anos mais ainda tenho que enfrentar?
(Quantos anos vivem elefantes?)

Claro que, pensando positivamente (eu gosto de pensar assim de vez em quase nunca), a minha expansividade metafórica coloquial pseudo-metafísica [não, eu não inventei isso] me ajuda a estabelecer contatos com mais facilidade do que alguns [não posso dizer maioria porque não conheço a maioria]. Sem vergonha, mesmo. Oi, tudo bem, o que veio fazer aqui? 
Posso não agradar sempre, mas que eu me esforço, não tem como negar.

Minha avó diz que até parecer tímida [o que eu não tento tanto assim] faz parte da minha vontade de chamar a atenção.
Não duvido nada.

Afinal, se eu não quisesse aparecer, eu não teria pedaços cor de rosa de cabelo.
Não faria quase nada.
Não diria nada.
Não escreveria.
E morreria explodida, muito provavelmente.
É coisa demais pra manter guardada.


0 comentários:

Postar um comentário

 

Casa da Hachi Template by Ipietoon Blogger Template | Gadget Review