sábado, 14 de setembro de 2013

Relatório #1

Postado por MissHachi7 às 07:20
Primeira semana na academia

Dia 1
No meu primeiro dia na academia, abracei-me à bicicleta ergométrica, pra poder aerobicar sem ofender meu joelho [que eu machuquei na minha primeira incursão ao mundo da malhação, alguns anos atrás]
Como a malhação foi dedicada aos braços, já cheguei me sentindo incapaz. 
Em respeito à minha moleza monumental, a personal me deu os menores pesos que havia na academia, pra começar. E mesmo assim tive dificuldades. Depois da segunda sequência de 15 repetições, eu não me lembrava de que número vinha depois do 4, porque precisava me concentrar em não deixar arrebentar uma veia na minha cabeça. 
Consegui acertar minha testa com a barra, mas nada que não fosse desaparecer até o dia seguinte.
Voltei pra casa meio morta, mas não de todo desanimada. Pelo menos não vomitei como da outra primeira vez.

Dia 2
Apesar do meu joelho zoado doer em protesto, tive que usar a esteira. Só tinha uma bicicleta vaga, mas estava entre duas outras que estavam ocupadas. Pra resumir, eu não caibo lá. Andei por 20 minutos. Estranhei o quanto me cansou.
Musculei com vigor. Fiz tudo direitinho, apesar de sentir que meus braços poderiam cair no meio da sequência seguinte. Usei a música para abafar meus gemidos de incapacidade.
As pernas foram mais legais pra malhar, porque não doem tanto. Acho que meus braços estão acostumados a só serem usados pra digitar no computador, por isso tanto drama pra ficar em forma.
Nunca bebi tanta água num espaço de tempo tão curto.
Não fiz o leg press porque havia simplesmente três mulheres na minha frente pra usá-lo. E se eu não tenho paciência pra esperar na fila por um McFlurry, com certeza não tenho pra usar um instrumento de tortura. Ficou pra amanhã.

Dia 3
Nenhuma surpresa. Usei a esteira de novo, acho que preciso mudar o meu horário; todo mundo gosta mais da bicicleta. É uma aeróbica amiga das sedentárias, porque a princípio você pode fazer tudo sentada. Claro que algumas ousadas fazem sem sentar, mas isso é porque elas conseguem se sustentar desse jeito, eu tentei uma vez quando não tinha ninguém olhando e quase cortei a boca com o guidão.
Foi mais fácil que ontem, caminhei like a boss, consegui manter uma velocidade um pouco mais alta... mas do nada o painel começou a me dar choques. Tentei não levar pro lado pessoal.
Malhei os braços de novo (porque é alternado, tipo dia sim e dia não, mas é dia braço e dia perna), e foi bem mais rápido, acho que o choque do primeiro dia acordou os meus miômeros. Terminei tudo sem muito mimimi, mas ainda voltei pra casa imersa em dor muscular. É gostosinho, mas não consigo sequer prender meu cabelo depois do banho. Chega logo, COSTUME!


Dia 4
Tudo normal. 
 Só um hematoma na perna porque eu caí da bicicleta ergométrica, mas sem cenas.
Ainda acho que a única parte insuportavelmente chata de ir a academia é ter que esperar pra usar os aparelhos. 
Aliás, isso, e os ventiladores que também jogam água. 
Aquelas porcarias tornam respirar um desafio filosofal. O que antes era natural e simples passa a exigir concentração; o vapor associado ao calor do lugar é quase sufocante. Agonizei. Mas sobrevivi. 
Meus braços ainda não respondem muito bem, no entanto estamos confabulando a respeito. 
Pra primeira semana, a palavra foi paciência.

0 comentários:

Postar um comentário

 

Casa da Hachi Template by Ipietoon Blogger Template | Gadget Review