segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Reeducação alimentar + suporte da galera (?)

Postado por MissHachi7 às 15:51
Depois da primeira semana, era de se esperar que eu estivesse menos incomodada com o fato de não poder mais comer como antes, mas não.
E gostaria de ressaltar um aspecto muito delicado de todo o lance de reeducar-se para o que é saudável, e para o que não engorda...
Com certeza não é fácil para ninguém; no entanto, algumas coisas dificultam esse processo ainda mais!

Por exemplo, dificilmente um evento com os amigos não envolve comida.  
Vamos comer uma pizza. 
Vamos tomar um sorvete. 
Vamos ao cinema (é uma linguagem secreta; significa vamos comer pipoca)

Em toda propaganda tem coisas de comer! E tudo fácil, tudo que faz mal e está logo ali. Você sai de casa e anda dois quarteirões, vê dois bares assando churrasco, a placa do McDonald's no horizonte e se depara com um carrinho de cachorro-quente. Parece até piada.

Na casa de parentes, sempre alguém vai ficar ofendido por você não querer comer, por não aceitar, mesmo que você decline educadamente. 
Estou tentando comer menos, comer direito! 
Não, só um não faz mal, 
é só um pouquinho, 
é só hoje

É, mas nesse ritmo eu vou a vida toda! 

Morando com três irmãos mais novos, sempre há por perto alguém com uma caixa de bombons, sorvete, salgadinhos, porcarias.
E insistem para eu comer! 

Eu sei que todos estão com pena de mim, principalmente os que me viram chorar na frente do Doritos
Mas o que eu preciso MUITO de todos é que entendam: eu necessito desesperadamente aprender a viver sem essas coisas. E eu sei que eu consigo, porque sempre que resisto, sempre que vou dormir depois de ter conseguido dizer não para todas as coisas "gostosas" que me ofereceram durante o dia, eu me sinto maravilhosamente bem. 
Então, não estou pedindo de forma alguma que parem de me oferecer as gordices de sempre, não mesmo. Estou pedindo para que parem de insistir depois do sexto ou sétimo não. 
Só por uma questão de piedade para com uma gorda que está tentando mudar. 
Só agora, tá?
Vai chegar o dia em que eu direi não quantas vezes vocês quiserem 
e minha moral vai continuar lá em cima. 
Só que esse dia ainda não é hoje.

                      Realmente preciso da ajuda de vocês nesse projeto... 


Também quero agradecer aos que estão me ajudando, seja fingindo que o hambúrguer tava ruim, ou não oferecendo as coisas, ou compreendendo minha situação, ou torcendo pelo meu plano, ou incentivando minhas iniciativas, ou dando ideias, ou mandando força sempre, ou também começando o próprio projeto para entrar em forma e se sentir melhor comigo (tipo, a Andressa, que além de tudo isso lê as coisas que eu escrevo, aaaaahhh... e a Bastarda. e a mamain).
Essa semana, aliás, receberei ajuda da minha amiga, a nutricionista Giselle Moraes, para montar um cardápio que me ajude a aproveitar esse processo de mudança da melhor forma possível, com o menor sofrimento agregado... e até mesmo para não fazer aquelas burradas de principiante, do tipo: comer tão mal que começa um quadro de anemia, ou comer tudo light e diet achando que tá liberado... 

Boa sorte pra mim!
#HachikoMenor #AlineDelícia #EstudarQueÉBom,Sempre

0 comentários:

Postar um comentário

 

Casa da Hachi Template by Ipietoon Blogger Template | Gadget Review