sexta-feira, 15 de agosto de 2014

Feriado - versão "morando sozinha"

Postado por MissHachi7 às 18:14


Acordei as nove da manhã me sentindo a pessoa mais bem-descansada do mundo, pensei em acordá-lo via Whatsapp mas achei melhor deixar pra mais tarde. O que eu comi? Arroz com cenoura [frio] que tinha feito no dia anterior, porque estava tarde demais para o café da manhã mas cedo demais para ter ânimo e cozinhar. 

Sim, eu sou muito atraente com meus dotes.

Fui pro computador ver o que tinha de novo no Facebook [nada, pra variar], falei com mamãe, vi meu horóscopo e lá mandava eu limpar meu quarto. Porra... os astros sabem. 
Troquei ideia com a minha irmã mais nova ["Hachiko, eu estou passando roupa! Só de calcinha!" *manda foto*] e decidi que era hora de parar de protelar. 
Mandei um "BOM DIA, É FERIADO" [recebi um "e daí?", mas tudo bem] e comecei a trabalhar.

Tirei TODAS as roupas que estavam no chão [para terror da mãe, roupas sujas, limpas, intermediárias], TODOS os papéis - porque a UFMG me deu uns 50 folhetos na primeira semana, sem exagero - TODOS os sapatos, TODOS os livros, TODAS as porcarias que nem cabem em categoria alguma, enfim, joguei tudo em cima da cama e comecei: varrer, desviar dos tacos soltos, tentar encaixá-los de volta [não, ainda não colei nenhum], dar uma alongada antes de atacar o espaço embaixo da cama [para o caso de ter que lutar com algum monstro que esteja lá, por quê?], passar pano, abrir a janela, deixar o ar se reciclar, ver o sol, ter um puta orgulho de tudo brilhando... 
Aí eu dei uma pausa, fiz uma vitamina de banana [é], suspirei mais uma vez... e notei que estava cansadinha [eu já sei que me falta preparo físico. Não enche!]. Como a cama estava cheia de tralhas, deitei no chão mesmo e apaguei por umas duas horas [sonhei com uns gatinhos andando em cima de mim]. Acordei com uma puta dor nas costas.
Então não tive ânimo de completar a única tarefa do dia, peguei tudo, separei as roupas sujas, coloquei no cesto que veio de Uberaba especialmente pra isso, joguei o resto no chão de novo [agora em um único monte - não me digam que não houve evolução], deitei na cama e cá estou desde então! 

Exato, quase um dia sem trocar palavras de fato com ninguém. Deve ser um recorde meu. 
"Isso faz mal pra gente como você, Aline". 
A solidão não combina comigo. 
Acho que vou estourar umas pipocas marotas e assistir Friends...

PS: você viu que feriado continua sendo faxina, né? Olha aqui como era.

0 comentários:

Postar um comentário

 

Casa da Hachi Template by Ipietoon Blogger Template | Gadget Review