quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Amar de novo

Postado por MissHachi7 às 15:28


Ando falando demais de amor e até eu estou meio cansada.
Porém, que posso fazer se esse é o tema que mais me instiga?
Mais me move?
Mais me apavora?

Eu não perco o sono por nada.
Exceto por amor.
Falta dele ou presença súbita dele.

Decepções em todas as esferas da vida acontecem,
incomodam, mas não abalam.
Menos a esfera do amor,
essa está toda rachada, mal parece uma esfera depois de tanta coisa,
e quando ela sofre o menor arranhão adicional, eu choro
choro sangue
porque o amor me afeta.

Então vem aquela pergunta
pessoalmente
via e-mail
mensagem no Facebook
SMS, até.
Se já viu tantas vezes dar no que dá,
porque ainda ama, Aline?
Não aprende?
É tão terrível, fundamentalmente teimosa a ponto de mandar a cabeça
na mesma parede
toda vez
e ainda assim pegar impulso de novo?

Ou melhor ainda,
por que se apega tanto?
Pode amar, desgraça.
Mas por que querer tanto o outro,
precisar tanto do outro,
dispor-se tanto ao outro?
Por que não cuida mais do seu coração?
Por que ser tão integral para amar?

Bom, eu aprendi a resposta antes da última vez.

Amo sempre completamente porque quem vem agora não merece receber o amargo de quem acabou de ir embora.

Amo sempre muito, e demais, porque se eu não for o meu melhor pra quem está comigo, não posso querer que ele seja o melhor dele para mim.

Amo como amo porque, no fim, se eu permitir que cada decepção suma com um pedaço do que eu posso ser, um dia não serei coisa alguma.

Amo com certeza, porque, um dia, quem eu amar será quem vai me amar assim também, e ele não vai nem ver que eu já fui feita em cacos, porque amo sempre inteira.

E por isso eu insisto em amar de novo.

0 comentários:

Postar um comentário

 

Casa da Hachi Template by Ipietoon Blogger Template | Gadget Review