terça-feira, 24 de março de 2015

Atualizando sobre minha vida - Morando com Homens

Postado por MissHachi7 às 18:57
Antes de mais nada eu gostaria de dizer que sim, estou mesmo sumida por aqui, e não, não abandonei o blog [gente, que drama, um mês sumida e já estão me acusando de negligência]. O que aconteceu foi a engenharia - que, para dar um toque de poesia, digamos, está me fodendo com vidro em pó -, então ando meio ocupada, tentando conciliar meu amor por vocês e meu desejo de ter um diploma.




Então, estou aceitando orações, rezas, votos, desejos de sorte em geral. Agradecida.

Enfim, deixa eu dizer que te amo deixa eu pensar em você contar o que tem acontecido. Bem, pra resumir muito {MUITO MUITO} bem resumido, a Ayana e a Gabriela saíram da república, ficamos só o Ko e eu, aí estávamos com um quarto vago e por mais que fosse legal deixar os gatos terem um cômodo só deles, o aluguel não diminuiu, então Ayana arrumou mais uma pessoa pra morar com a gente e essa pessoa é mais um homem e aqui vai a bomba: nós dividimos um banheiro. Eis o momento mais caótico da minha existência.
Morar com homens [em um contexto não-relacionamental] pode ser muito estressante e conturbado, mas não é exatamente meu caso. Primeiro, porque praticamente não convivo com eles - meus horários ridículos na faculdade me obrigam a ficar fora de casa o dia todo, então só nos trombamos aos fins de semana - e temos uma divisão de tarefas muito bem feita [palmas pra Aya, nossa gerente], então tudo corre até bem em termos gerais.
O triste mesmo é o banheiro. Querendo ou não, homens e mulheres têm relações bem diferentes com o espaço. Homens veem como banheiro. Ponto. Mulheres veem como salão de beleza, spa, e sim, banheiro. Então só por aí já seria simples de resolver, vocês diriam, "Ah, Aline, sua fresca do caralho, vocês nem usam o banheiro ao mesmo tempo, qual o problema?"
O problema é meu e dele, porque reconheço que também crio algumas dificuldades. VAMOS FAZER UMA LISTA!



- produtos no banheiro - olha, eu deixo apenas três embalagens no banheiro, e ele deixa duas, então estamos bem empatados nesse quesito e não temos nada que reclamar um do outro;
- tempo no banho - como estamos em casa em períodos alternados, ainda não houve colapsos nesse aspecto, e por via das dúvidas, das incertezas e pelo bem do planeta [e nossa conta de água/energia] colei um recado pedindo pra não extrapolar 15 minutos no chuveiro (mas não fico policiando o cara, né);
- limpeza - ai. meu. coração. OLHA. Eu faço o que posso pra não deixar cabelos no ralo [que é uma coisa que quase mata homem de nojo, eu sei], mas às vezes o chão fica com glitter - longa história -, coisa que não dá nada, porque é só você tomar a porra do banho que sai de você (hã, mais ou menos). Mas pêlos espalhados pelo banheiro é meio tenso porque COMO EM NOME DE DEUS EU DEVO LIDAR COM PELOS ESPALHADOS PELO MEU BANHEIRO SABENDO QUE NÃO SÃO MEUS E QUE VOCÊ NÃO FEZ A BARBA, quer dizer, é meio tenso. Só isso mesmo.
- descarga - outra coisa que eu tenho absoluta certeza de que faço e que ele não lembra de fazer e que a culpa não é minha porque também colei um recado pedindo pra dar a porra da descarga, mas talvez a culpa seja minha sim porque o recado é bem pequeno, vou escrever numa folha A3 e pregar na frente do vaso, talvez resolva.
- mira - olha, esse problema é de homem, porque não tem muito jeito de eu errar o vaso estando sentada nele, e eu entendo perfeitamente que às vezes deve ser difícil acertar [mesmo sendo um puta buraco], eu só não consigo acalmar meu coração com o fato de você ERRAR E NÃO LIMPAR O QUE ESPIRRA PRA FORA. Só isso mesmo também.


Fora isso tudo corre às mil maravilhas, e o fato de ele ser vegetariano não melhorou nem um pouco minha simpatia com tudo isso [não que eu tenha implicância com vegetarianos, mas tenho] e apesar do drama do banheiro nos damos até bem, e

- mentira, ele sempre deixa as portas dos armários abertas mesmo eu avisando que os gatos entram lá e sambam nas panelas.

pronto, agora sim, tirando os tópicos acima está tudo lindo e maravilhoso, Ayana, pode ficar tranquila que não vou ser grosseira nem mal educada nem vou bater nele nem mandá-lo janela afora. Eu? sou extremamente doce e gentil, eu aviso as coisas pacientemente e quando a pessoa não muda o comportamento eu venho aqui no blog e deduro mesmo. Não pode me processar, eu não falei seu nome. Beijo, gente.

0 comentários:

Postar um comentário

 

Casa da Hachi Template by Ipietoon Blogger Template | Gadget Review